Amigos

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Brasileiros na 29ª Bienal: David Cury

Nos últimos anos, David Cury vem desenvolvendo instalações e intervenções de acentuada ambivalência, articulando questões intrínsecas da arte com outras diretamente associadas à vida de hoje.


Intervenção “Eis o tapete vermelho que estendeu o Eldorado aos Carajás”. Composto com 4 milhões (!!!) de etiquetas adesivas circulares vermelhas (aquelas usadas para fechar envelopes e marcar texto), o trabalho se revela como uma imensa pintura, com referência ao sangue derramado pelos mineradores na corrida do ouro no Norte do país e ao pontilhismo de Seurat.
Daniela Name

Nenhum comentário:

Postar um comentário