Amigos

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

As Três Graças e a vaquinha do Louvre



As Três Graças, do alemão Lucas Cranach.


O museu francês procura mecenas que ajudem a angariar quatro milhões de euros para adquirir obra de Lucas Cranach. As Três Graças, foi pintado por Lucas Cranach em 1531, e é considerada uma das obras- -primas da arte renascentista. Está há vários anos no Museu do Louvre, 'emprestada' de um particular que decidiu se desfazer da obra, nunca antes exibida em público. Agora o Louvre corre contra o tempo para levantar a quantia até 31 de Janeiro de 2011.

O museu num ato inédito fez um apelo a empresas e a todo o tipo de instituições para conseguir angariar um milhão de euros, o valor que lhe falta para conseguir ficar com a pintura. Segundo a administração do museu, "é uma peça de excepcional valor que precisa continuar a integrar a colecção nacional de arte francesa".

Os proprietários de As Três Graças detêm a obra desde 1932, caso o museu não consiga adquiri-la, esta será leiloada, o que pode significar sua saída da França.

As Três Graças é da autoria do alemão Lucas Cranach, o Velho (1472-1553), cuja obra passou sobretudo pelo retrato e pela representação de temas religiosos. Segundo o museu " a obra está num excelente estado de conservação e tem visível o monograma da corte de Johann Friedrich da Saxónia, para quem Cranach trabalhava."
No quadro três jovens nuas exibem a sua luminosidade pueril sobre um fundo sombrio, O tema das Graças, recorrente na pintura renascentista, simbolizava a harmonia e a fidelidade contra a luxúria. O quadro de Carnach, ao colocar no centro da tela uma jovem com um chapéu vermelho, introduz uma visão singular do tema, o que contribui para o seu interesse artístico.

Louvre pede um milhão para comprar quadro - Artes - DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário