Amigos

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Brasileiros na 29ª Bienal: Eduardo Coimbra


Eduardo Coimbra
Asteróide # 1, 1999
fotografia em duratrans em caixas de luz de madeira
60 x 50 x 10 cm

Eduardo Coimbra é fotógrafo, escultor, responsável por intervenções em espaços - arquitetônicos e naturais, como também pela criação de micro-espaços. Pode-se dizer que a paisagem é um dos denominadores comuns de sua obra tão diversificada. Mas de que trata Eduardo Coimbra quando trata da paisagem? Trata dela mesma ou dos recursos de linguagem, isto é, das representações que dispomos para tratar dela? Se for assim trata à distância. E haveria outra forma de tratá-la senão à distância? Segundo o artista, sim. É o que afirmam suas instalações ou, dito de um modo menos técnico, suas intervenções em ambientes fechados ou em áreas públicas, ou até mesmo em seus objetos, paisagens em miniatura que uma leitura superficial sugerem ser maquetes, representações
Mercedes Viegas Arte Contemporânea

Nenhum comentário:

Postar um comentário