Amigos

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

A arte Italiana pede socorro


Museu de Arte Contemporânea de Casoria (DR)

Antonio Manfredi, diretor do Museu de Arte Contemporânea de Casoria, na região de Nápoles, escreveu à chanceler alemã, Ângela Merkel, pedindo asilo para o museu que dirige devido às ameaças da máfia e falta de apoio financeiro do governo italiano.

O pedido de asilo, que teve como base telefonemas ameaçadores e atos de vandalismo, visa a proteção do espólio do museu, numa tentativa de fuga da cidade dos seus problemas sociais, nomeadamente ligados ao crime organizado.

"Se o governo italiano não é capaz de zelar pelo seu património, então vamos fazê-lo noutro país”, disse Manfredi em declarações ao “Spiegel Online“, afirmando ainda que “este é um grito de alerta da arte italiana para o mundo”.

O museu, fundado em 2005, reúne cerca de mil obras de pintura, escultura, fotografia, vídeo e instalações de importantes artistas internacionais.

Museu de Arte Contemporânea de Casoria (DR)

Um comentário:

  1. Oi Sheilla,
    Que tragédia, não é mesmo?
    Isso jamais deveria acontecer, já basta o preconceito que os artistas sofrem e o descaso do público para com seus trabalhos, e agora mais essa, sacanagem.

    Aquele abraço!

    ResponderExcluir